terça-feira, 7 de outubro de 2014

Alguns alimentos e suas propriedades

 Retirei de um livro que gosto muito de ler sempre que posso (Manual do Herói Ou A Filosofia Chinesa na Cozinha - recomendo enfaticamente a compra do livro - ), algumas referencias quanto a vários tipos de alimentos, para quem interessar... mas ainda sim, é imprescindível a leitura do livro, porque após esta passagem tem muito mais, explicando os motivos, indicações por órgãos, doenças, contra-indicações... vale a pena ter o livro a mão!

ABACAXI
Nutre, refresca, mata a sede, ajuda a digestão; bom em caso de diarréia;
indicado para tratar falta de apetite, oligúria, edema, insônia e insolação.
ABÓBORA
Reforça o yang e o aquecedor médio; em sopa é desintoxicante; coadjuvante no
tratamento da asma brônquica.
ACEIGA (COUVE CHINESA)
Em forma de suco, é remédio para úlceras gástricas e duodenais: soque e
esprema folhas frescas de acelga para tirar meio copo de líquido, amorne e
tome duas vezes por dia durante dez dias.
AÇÚCAR REFINADO
Reforça o baço e o estômago, o Chi e o sangue; produz fluidos. Em
quantidades mínimas e nas ocasiões certas pode ser benéfico, mas por ser
doce demais é considerado tóxico. O consumo freqüente e/ou excessivo
enfraquece o aquecedor médio, produz umidade demais e esgota o yang dos
rins. Move fortemente a energia para cima, provocando um excesso na parte
superior do corpo e deficiência na parte inferior. Isso ocasiona muco,
hiperatividade, aumento de peso/umidade, fadiga e desordens
mentais/emocionais. Indicado para a feitura de xaropes contra tosse seca ou
pulmões constritos.
AÇÚCAR MASCAVO
Estimula o baço, aquece e umedece os pulmões, produz líquidos orgânicos,
beneficia o sangue, dissolve coágulos, reduz o yin, reforça o aquecedor
médio, relaxa o fígado.
ÁGAR-ÁGAR
Refresca os pulmões e os intestinos; limpa os pulmões; ajuda a evacuação e é
útil em caso de hemorróidas.
AGRIÃO
Reforça o sangue e remove estagnações, beneficia o Chi, expele o frio,
atenua o calor; usado em hepatite, edema, leucorréia, escrófula, oligúria.
AIPO
Consolida e reforça os rins. Pouco, é bom contra corrimentos brancos. As
pessoas hipertensas melhoram das tonteiras, dores de cabeça e rigidez nos
ombros tomando suco de aipo com mel.
ALCACHOFRA
É desintoxicante, mas só se for cultivada sem agrotóxicos.
ALCAPARRA
Regula e reforça o Chi, reduz o yin, ativa o yang, expele o frio e o vento,
remove umidade e sangue estagnado. Boa contra artrite reumatóide.
ALFACE
Permeabiliza os meridianos, refresca e acalma; promove a secreção de leite e
é diurético; em excesso prejudica a visão e provoca dores oculares.
ALFAFA
Reduz a umidade, remove pedras da bexiga.
ALGAS MARINHAS
Por sua natureza fria, são mais benéficas em sopas feitas com um ou dois
vegetais de natureza morna e temperadas com shoyu ou misso. Outra maneira de
atenuar a natureza fria das algas é torrar no forno e socar, de forma que
elas fiquem fáceis de pulverizar na comida. Não se recomendam algas às
mulheres grávidas, que precisam manter seu calor interno. Algas kombu,
arame, hijiki e wakame (chamadas também de algas kelp) amaciam a rigidez,
evitam o bócio, acabam com soluços e edemas, eliminam o inchaço e a dor dos
testículos, tratam das descargas vaginais. São fáceis de encontrar,
desidratadas, nas lojas de artigos japoneses.
ALHO
Dissolve estagnações, abre os caminhos do yang, reduz o yin, amorna o baço e
o estômago, elimina o frio, desobstrui o abdômen, neutraliza toxinas,
destrói vermes.
ALHO-PORÁ
Reforça o yang, o aquecedor médio e os rins; é bom em caso de hemorróidas,
otite e impotência.
AMENDOIM
Nutre, forralece os pulmões e harmoniza o estômago; bom contra tosse seca,
indigestão, beribéri, traqueíte crônica; aumenta a secreção de leite. Deve
ser cozido em água salgada, e não torrado.
AMORA
Nutre, refresca, fortalece o yin, reforça o fígado, favorece os rins;
indicada para tratar diabete, constipação, visão turva, rigidez das juntas e
insônia.  
ANCHOVA
Facilita a micção, remove edema, estimula a produção de leite.
ARENQUE
Nutre, fortalece, ativa o aquecedor médio, lubrifica, elimina dores,
neutraliza toxinas; indicado nas fadigas por deficiência; contra-indicado
quando há erupções na pele e durante a convalescência de doenças graves.
ARROZ
Regulariza o aquecedor médio, reforça o baço, harmoniza e tira sede. Em sopa
ou papa, é revitalizante e diurético.
ARROZ MOTI
Pouco, reforça o baço, ajuda a transpirar e combate dores lombares. Ativa o
yang, expele sangue estagnado, aquece. Indicado no tratamento de diabete,
poliúria e diarréia. Em excesso, favorece as estagnações do frio.
ASPARGO
Indicado no tratamento de hemoptise, tuberculose pulmonar, bronquite
crônica, diabete, constipação; é ligeiramente tóxico; contra-indicado em
síndromes do frio.
ATUM
Nutre, transforma a umidade; trata o beribéri e o reumatismo que piora em
ambientes ou climas úmidos.
AVEIA
Reforça, refresca e ajuda a transpirar; fortalece os tendões; é muito
energética.
AZEITONA
Nutre, produz líquidos orgânicos, neutraliza toxinas, fortalece a garganta.
Indicada contra dor de garganta, tosse, hemoptise, sede, úlceras,
disenteria, alcoolismo, epilepsia. A melhor azeitona é a que vem em barril,
não em lata.
BANANA
Cozida em banho-maria trata as hemorróidas; seca, refresca os músculos;
madura, umedece pulmões e intestinos e favorece as cicatrizações; é útil em
caso de fezes ressecadas; ajuda no tratamento da sede e do alcoolismo.
BARDANA
Em chá, reduz o calor; combate furúnculos e hemorróidas.
BATATA-DOCE
Nutre, favorece a energia, ativa o yang e o aquecedor médio, harmoniza o
sangue, produz fluidos, expande o estômago e os intestinos, ajuda a
evacuação; indicada contra pele emaciada, erupções, diarréia e hepatite.  
BATATA-INGLESA
É um dos poucos alimentos vegetais que reforçam o yin dos rins, portanto
cabe comer batatas no inverno - em quantidade moderada, porque se sabe que
seu percentual tóxico é grande. Fortifica o baço e o estômago; pouca,
estabiliza a mucosa gastroduodenal inflamada. Seu suco alivia queimaduras.
Para tratar úlceras gástricas ou duodenais, rale dois quilos de batatas com
casca (lavadas, é claro, e sem aqueles olhinhos pretos que são seus brotos)
e esprema para tirar o suco; cozinhe este suco sem tampar, numa panela de
barro, pedra ou esmalte (metal não pode), até a água evaporar e ficar só uma
substância grossa no fundo; coma uma xícara dessa cola de batata por dia, às
colheradas.
BELDROEGA
Combate o calor.
BERINJELA
Nutre, reduz o yang, alivia dores, refresca, desfaz inchaços; fortalece a
pele e aumenta a força física. Tem vitamina P, que previne o endurecimento
dos vasos sanguíneo e portanto é útil na prevenção e no tratamento da
arteriosclerose. Faz baixar a taxa de colesterol do sangue. Grelhada, trata
dos mucos e dos sangramentos hemorroidais. Em sopa, com mel, alivia a rosse.
Muito útil para remover sangue estagnado da região do aquecedor inferior,
quando há infecções venéreas, cistos ovarianos, miomas uterinos,
dismenorréia ou amenorréia. Mas comer berinjela freqüentemente pode
prejudicar o útero das mulheres que não têm estes sintomas.
BETERRABA
Promove a menstruação e os movimentos descendentes; fortifica o sangue, o
yin e o Chi; abre os meridianos e expande o peito.
BROTO DE BAMBU
Ajuda a eliminar muco, também ajuda o sarampo a sair. Refresca, favorece o
apetite e a digestão. É bom cozinhar com ele para contrabalançar a natureza
morna ou quente das carnes.
CAFÉ
É estimulante, tônico do coração, diurético; chá (fervido) de grãos de café
torrados alivia bronquite, enfisema e outros problemas pulmonares.
CAMARÃO
Pouco, reforça o yang; em excesso, favorece as supurações. É bom contra
impotência (fresco) e mim para quem tem ejaculação precoce ou perda seminal.
Seco, o camarão moído e misturado com saquê (vinho de arroz) quente estimula
a produção de leite.
CANA-DE-AÇÚCAR
Refresca e produz líquidos orgânicos.
CANELA
Dispersa o frio do abdômen. É útil chupar um pedacinho para aquecer o corpo.
CAQUI
Nutre, refresca, restaura forças; pouco, elimina o calor do estômago e
umedece os pulmões; útil na bronquite crônica.
CARÁ
Nutre, reforça o baço e os pulmões, solidifica os rins, favorece o sêmen.
Usado contra diarréia, disenteria (inclusive bacilar), tosse, diabete,
espermatorréia, leucorréia, poliúria.
CASCA DE OVO
Posta para secar no forno e reduzida a um fino pó, pode ser tomada com água
morna três vezes ao dia, antes das refeições, para reduzir o excesso de
ácido gástrico e tratar úlceras gástricas e duodenais. Dose: uma colher de
café. Dissolvido em limão, o grande conteúdo de cálcio desse pó é assimilado
pelo organismo com facilidade.
CASTANHA PORTUGUESA
Reforça rins, baço, estômago, intestino, sangue e tendões; reforça o yang;
indicada em casos de hemorragia, hemoptise, enjôo, fraqueza dos joelhos e da
região lombar.
CEBOLA
Ativa o yang, reduz o yin, regula e reforça o Chi, aquece, neutraliza
toxinas. É diurética e expectorante, regula a pressão alta e fortalece os
músculos. Boa contra dor de cabeça, resfriado, prisão de ventre, dores
abdominais frias, dificuldade em urinar, mastite, congestão nasal, edema do
rosto.
CEBOLINHA VERDE
Crua, ativa a termorregulação e ajuda a comunicação do Chio As folhas
socadas, em aplicações externas, evitam hematoma; fervidas no vinho, ou
comidas ao natural, evitam a formação de coágulos internos.
CENOURA
Acalma os cinco órgãos, elimina estagnações, reforça rins, baço, estômago e
intestinos; umedece os rins e fortifica o yang original.
CEREJA
Reforça o princípio original.
CEVADA Refresca o sangue e regulariza o aquecedor médio; reforça o Chi, o
sangue e o yin; lubrifica, harmoniza o estômago e expande os intestinos.
CEVADA PEROLADA
É uma semente de capim clarinha, conhecida como lágrima-de-nossa-senhora.
Seu chá desintoxica, reforça o baço e os pulmões e é diurético. Está
relacionado a algumas curas de câncer.
CHALOTA
Ativa o aquecedor médio e elimina o edema.
CLARA DE OVO
Ajuda a reduzir a sensação de calor no corpo, a dor de garganta e a
vermelhidão dos olhos.
COCO
Fortifica; muito útil para tratar a desnutrição infantil.
COENTRO
Regula o Chi, expele o frio, reduz o yin, faz suar, facilita a digestão,
remove estagnações do sangue. Ajuda o sarampo a sair, mas só deve ser usado
se a erupção estiver demorando muito, e nunca depois que já começou.
COGUMELO COMUM (CHAMPIGNON)
Reforça os rins e regula a temperatura. Sua natureza equilibra a natureza
morna ou quente dos peixes e das carnes. Há referência de que comer cogumelo
(pouco) com regularidade evita metástase do câncer.
COGUMELO SHIITAKE
Geralmente disponível nas lojas japonesas e chinesas; em sopa, desintoxica,
previne arteriosclerose, neutraliza envenenamentos por peixe, ajuda a
descarregar muco e gordura dos rins e é considerado anticancerígeno.
COMINHO
Aquece os alimentos com que é cozido.
CRAVO
Nutre o yang dos rins; esquenta estômago, rins, joelhos e a região lombar.
COUVE-RÁBANO
Ativa o yang, reduz o yin, nutre, elimina a umidade, o frio e o sangue
estagnado. Indicada nos inchaços da sinusite e dos testículos.
ERVA-DOCE (SEMENTE)
Reforça o yang e o Chi, reduz o yin, expele o frio, aquece os rins,
harmoniza o estômago, remove estagnações do sangue.
ERVILHA
É diurética e desintoxicante.
ESPINAFRE
Elimina toxinas, fortalece o sangue, clareia a visão e abre os orifícios. O
caldo da planta inteira, com raiz e tudo, fervido durante duas horas,
combate a ressaca e o alcoolismo; também trata a dor de garganta que dá no
verão quando se come muita gordura. Não é recomendado em caso de diarréia ou
ejaculação precoce, por ser viscoso.
FARELO DE TRIGO
Além de ser extremamente útil para aumentar o teor de fibras das refeições,
é indicado contra diabete numa sopa em que entram seis panes de farelo para
quatro de qualquer farinha, ovos e vegetais variados. A sopa deve ser tomada
em todas as refeições, e na maioria dos casos tratados deixou de haver
açúcar na urina após um mês de tratamento. (Conforme Henry C. Lu, no livro
Chinese system of food cures.)
FARINHA DE CEVADA
Refresca o sangue e suprime estagnações.
FEIJÃO AZUKI COMPRIDO
Com cereais, aquece e reforça os rins; reduz a umidade; emagrece o gordo
úmido (ver A dieta do Yin e do Yang, João Curvo); é útil no tratamento de
edema, hepatite, diarréia, furúnculos, caxumba; desintoxica; harmoniza o
sangue.
FEIJÃO AZUKI REDONDO
É o feijãozinho vermelho comum, mas charoam de azuki; ativa a circulação de
energia e o fluxo menstrual quando ele falha.
FEIJÃO BRANCO
Esfria o corpo e favorece a formação de muco.
FEIJÃO-DE-CORDA
Reforça os rins e o baço; a sopa, feita com o feijão e suas vagens e tomada
uma vez por dia, trata a diabete, o excesso de urina e a sede. Indicado
contra espermatorréia com sonhos eróticos e leucorréia.
FEIJÕES
Em geral, têm um efeito positivo sobre os rins e os órgãos sexuais e
absorvem a umidade. Não são aconselháveis para pessoas muito magras. É
imponante ficarem de molho na véspera e serem temperados com sementes tipo
cominho e coentro, cuja natureza morna compensa a natureza quase sempre
neutra ou fria dos feijões. Os grandes, como feijão-manteiga, feijão branco
e outros, são menos indicados.
FIGO
Consolida o estômago, purifica os intestinos e reforça o pulmão. Contra
faringite, constipação, hemorróida, disenteria, enterite, carbúnculos.
FRAMBOESA
Nutre, reforça rins e fígado, regula a micção, melhora a visão. Indicada
contra impotência, espermatorréia, poliúria, enurese, fadiga por
deficiência, visão turva.
FRUTAS
Em geral, refrescam o corpo e geram líquidos orgânicos.
FOLHA DE MOSTARDA
Ativa o yang, reduz o yin, regula e favorece o Chi, ativa o aquecedor médio
e combate o frio, remove estagnações do sangue, expande os pulmões, elimina
catarro; indicada contra tosse, peito congestionado, catarro frio.
GELÉIA REAL
É o alimento que faz as abelhas-rainhas viverem cinco anos, enquanto as
operárias vivem poucos meses. Embora não faça parte da tradição chinesa, é
amplamente indicada contra hepatite, flebite, neurastenia, desnutrição,
artrite reumatóide, anemia e úlcera gástrica.
GENGIBRE
Ativa o aquecedor médio, abre os meridianos; elimina as obstruções dos
orifícios, ativa o yang, reduz o yin, regula e favorece o Chio, expele o
frio, reforça os tendões. Seco: contra pés e mãos frios, reumatismo, enjôo
matinal, diarréia aguada, vômitos. Fresco: contra gripes e resfriados,
vômitos, catarro, tosse, diarréia, reumatismo, orquite aguda.
GERGELIM
Reforça o fígado e os rins, e combate o reumatismo causado por vento.
GERME DE TRIGO
Ativa o yang, regula e beneficia o Chi, refresca, modula o yin, remove
sangue estagnado, alivia a depressão mental.
GERSAL
Paçoca salgada feita de gergelim torrado e moído com sal, estimula o apetite
e é fortificante. Proporção: doze a quinze colheres de gergelim para uma de
sal. Atenção ao torrar para que as sementes não queimem.
GIRASSOL
Em sementes e óleo, acalma o fígado, trata vertigens e corrimentos brancos.
HORTELÃ
Refresca, regula o Chi, neutraliza toxinas, remove estagnações do sangue;
contra febre, dor de cabeça, de garganta e de dente, enxaqueca, cancros,
problemas da pele.
INHAME
Ativa o yang, regula o Chi, reforça e remove estagnações do sangue, dispersa
coágulos; indicado no tratamento de inchaços abdominais, escrófula, psoríase
e queimaduras.
LEITE DE COCO
Nutre, ativa o yang, reduz e rega o yin, remove estagnações do sangue,
expele o frio, refresca e mata a sede no verão; indicado no tratamento de
diabete, hemoptise e edema.
LEITE DE OVELHA
Reforça o princípio vital; quente, aquece os rins.
LEITE DE VACA
Fresco, nutre o sangue do coração, reforça os pulmões e o estômago, produz
fluidos orgânicos e lubrifica os intestinos, umedece a pele e neutraliza
toxinas do calor. Para fortificar os convalescentes, ferver um copo de leite
com quatro copos de água, em fogo baixo, até o líquido se reduzir a uma
xícara; deve ser bebido lentamente, em jejum, até as forças voltarem. Um
copo de leite quente, misturado com meio copo de sumo fresco de cebolinha
verde e três colheres de sumo de gengibre fresco, alivia problemas
estomacais. Para melhorar a disposição dos diabéticos e diminuir a
freqüência da micção, beber diariamente leite de vaca misturado com leite de
ovelha, meio a meio. Mas tudo isso se refere a leite natural, saído da teta
da vaca para a caneca do freguês. Quando é pasteurizado o leite se torna
difícil de digerir, porque perdeu algo que os chineses chamam de fogo da
vida no processo de resfriamento, e tende a produzir muito mais muco no
organismo; nesse caso, melhor usar iogurte ou coalhada caseiros.
LIMÃO
Elimina o calor e reforça o fígado.
LITCHI
Frutinha chinesa que aqui se encontra em conserva. Reforça o yang e o
aquecedor médio; estimula a memória e a inteligência.
LOURO
Regula e reforça o Chi, remove estagnações do sangue, reduz o frio, reduz o
yin.
MAÇÃ
Abre o apetite, nutre, reduz o yang, produz líquidos orgânicos, refresca,
alivia o calor do verão, lubrifica os pulmões, suprime o mal-estar torácico
e a agitação interna, removendo a depressão mental. Cozida no forno reforça
o aquecedor médio.
MALTOSE
Ativa o yang, reduz o yin, nutre, favorece os órgãos, cria líquidos
orgânicos, reduz sintomas agudos de fadiga, dores abdominais, tenesmo, tosse
seca, sede, dor de cabeça e de garganta, constipação; expulsa o frio, relaxa
o aquecedor médio. Algumas colheres de maltose diluídas em água quente,
tomadas várias vezes ao dia, aliviam dor de estômago e neutralizam efeitos
da overdose de drogas. Dor de garganta: deixe a maltose assar até dourar e
tome uma colher de chá dissolvida em água quente, duas vezes ao dia.
MAMÃO
Nutre, reduz umidade, refresca, beneficia o estômago, facilita o trânsito
intestinal e a micção, ajuda a tratar o reumatismo causado por umidade.
MANGA
Nutre, refresca, reduz o yang, favorece o estômago, mata a sede, é
diurética; indicada contra tosse e doenças do pulmão.
MANJERICÃO
Aquece os alimentos com que é cozido. Remove estagnações do sangue, reduz o
yin, dispersa o vento, reforça e regula o Chi, neutraliza toxinas. Bom
contra dor de cabeça de causa externa, inchaço e dores abdominais, diarréia,
irregularidades menstruais, prurido e erupções da pele.
MANTEIGA
Nutre, remove estagnações sanguíneas, expele o frio, reduz o yin; indicada
contra sarna, erupções cutâneas e odores corporais fortes. Favorece a
formação de muco, e em excesso pode reativar doenças latentes.
MEDRONHO
Fruto semelhante ao morango na cor e na forma; harmoniza os cinco órgãos.
MEL
Nutre a energia do baço e acalma os cinco órgãos. Desintoxica, lubrifica,
alivia a dor, dá fluidez aos mucos; indicado em casos de sinusite, tosse,
prisão de venue e dor de estômago. Contra-indicado quando há reumatismo.
Suprime a agitação interna e as dores musculares, clareia a visão, reforça o
baço e o centro, faz os três aquecedores se comunicarem. Pouco, é bom contra
hipertensão arterial. Meia xícara de mel fervido, tomada de estômago vazio
três vezes por dia durante duas a três semanas, trata úlceras gástricas e
duodenais; meia xícara, misturada com água quente e tomada uma vez por dia,
trata dor de estômago, problemas cardíacos-e coronários, hipertensão,
constipação e neurastenia. Contra insônia: duas ou três colheres de mel
dissolvidas em água quente, à noite e de manhã. Aumentar a dose, à noite,
conforme o caso. Contra prisão de ventre: em jejum, tomar duas colheres de
mel diluídas em água quente. Em uso externo, trata queimaduras, fissuras das
hemorróidas e feridas cancerosas.
MELANCIA
Refresca; nutre, reforça o yin, mata a sede; seu suco e sua casca são
hipotensivos e diuréticos; alivia a depressão mental.
MELÃO
Refresca e suprime a agitação interna.
MILHO
Abre o apetite, reforça o estômago, é diurético, acalma o coração, fortalece
a sexualidade, regula o aquecedor médio. Para ser bem assimilado deve ser
cozido com calou cinzas, à moda antiga.
MISSO
Massa de soja salgada e fermentada, com ou sem cereais adicionados durante o
processo; encontrada em lojas japonesas, chinesas e de produtos naturais;
limpa os pulmões, reforça os intestinos, favorece a digestão e tempera
sopas, pastas e molhos.
MORANGO
Nutre, ativa o yang, aquece, estimula os rins e o fígado, regula a micção,
remove estagnações do sangue; indicado no tratamento de poliúria, vertigem e
enjôos de viagem.
NABO
Ativa o yang, reduz o yin, drena umidade, faz suar e elimina o frio, abre o
apetite"neutraliza toxinas, refresca, regula o Chi, reforça o sangue.
Indicado para tratar indigestão, hepatite, diabete e mastite. Em doses
moderadas dissolve inchaços, em excesso provoca.
NINHO DE ANDORINHA
Construído com as substâncias salivares de muitas aves, reforça o yin e o
yang.
NOZ
Consolida o princípio vital e umedece os intestinos; reduz o yin; pouca,
reforça os rins e o cérebro, acalma a asma, fortalece o esperma. Indicada
contra tosse, asma, lumbago, fezes ressecadas, espermatorréia, impotência.
NOZ-MOSCADA
Ativa o yang e o aquecedor médio, reduz o yin, regula e favorece o Chi,
remove sangue estagnado, ajuda a digestão, consolida os intestinos; contra
inchaço e dores abdominais, vômitos, diarréia, indigestão.
ÓLEO DE AMENDOIM
Nutre, lubrifica os intestinos, move os acúmulos para baixo; muito útil nas
obstruções intestinais, sobretudo as causadas por vermes, e também contra
hepatite aguda e conjuntivite.
ÓLEO DE GERGELIM
Trata as dores abdominais causadas por excesso de comida, neutraliza toxinas
e é laxante; em uso externo trata a sarna, e associado a massagens alivia
fadiga e dores reumáticas. É bom para a pele. Neutraliza toxinas e favorece
a formação de músculos.
ÓLEO DE GIRASSOL
Combate a tendência à hipertensão arterial.
ÓLEOS EM GERAL
São mais saudáveis quando prensados a frio. Mais caros também, o que ajuda a
usar em pequenas quantidades.
ORÉGANO
Ativa o yang, reforça o sangue, remove estagnações do sangue, faz suar
eliminando umidade; contra resfriado, tosse, vômito, congestão no peito,
diarréia, hepatite, raquitismo, prurido e leucorréia.
OVOS
Devem ser consumidos moderadamente, duas ou três vezes por semana. Comidos
sem outros alimentos esfriam o corpo.
OVO DE CODORNA
Reforça os rins e o yang.
OVO DE GALINHA
Nutre o yin e o sangue; umedece a secura; útil no tratamento de tosse,
conjuntivite, dor de garganta, diarréia e queimaduras; ajuda a segurar o
feto no útero.
OVO DE PATA
Nutre o rim e elimina o calor do diafragma.
OVO DE POMBA
Reforça o yang, os rins e o Chi.
PAINÇO
Favorece a formação de Chi, regulariza o aquecedor médio e estimula os
meridianos do intestino grosso, do estômago, dos pulmões e dos rins.
PEPINO
Ajuda a tratar sede, depressão mental, dor de garganta, conjuntivite;
facilita a circulação de líquidos; suprime o calor do tórax e os inchaços
dolorosos e quentes da garganta. O pepino velho, amarelado, fervido em sopa,
alivia a tosse seca do outono. Comer pepino faz bem à pele e evita a acne,
já que ela geralmente se deve ao excesso de calor no estômago e nos pulmões
e o pepino tem ação refrescante sobre eles. Aplicado externamente, o suco do
pepino fresco faz secar as espinhas e trata as queimaduras.
PÊRA
Cozida, nutre o yin dos cinco órgãos. Crua, pouca, dissolve muco e
neutraliza as toxinas dos furúnculos e do álcool. Refresca as entranhas e o
coração e trata as plenitudes do tórax. Reduz o yang, lubrifica a secura.
Muito boa contra diabete, tosse quente, intestinos secos.
PÊSSEGO
Nutre, favorece o Chi, ativa o yang e o sangue, aquece, produz fluidos,
lubrifica os intestinos, elimina acúmulos e favorece a menstruação. Bom
contra indigestão; também para tratar tosse seca e pulmões quentes.
PIMENTA BRANCA
É analgésica e indicada no tratamento de resfriados, tosse, dor de garganta,
de dente e de estômago, artrite reumatóide, disenteria e elefantíase dos
membros inferiores. Bob Flaws diz que sua energia é fria.
PIMENTA-DO-REINO
Pouca, elimina os mucos causados pelo frio; ajuda a digestão, regula os
órgãos digestivos abalados pelo frio, pode ser útil em caso de nefrite,
neurastenia e doenças da pele.
PISTACHE
Aquece o baço e os rins.
QUEIJOS
Reforçam o sangue e o princípio vital. Queijo de vaca nutre o yin e umedece
o intestino grosso. Queijo fresco e magro de cabra ou ovelha combate a
constipação e a secura dos músculos. Queijo fermentado de cabra ou ovelha,
em pouca quantidade, é muito estimulante. Queijo gorduroso gera muco nasal e
corrimentos brancos.
RABANETE
Previne gripes, resfriados e infecções respiratórias; o suco, misturado com
suco de gengibre, cura laringite; indicado no tratamento de indigestão,
inchaço abdominal, tosse com catarro, diabete, dor de cabeça occipital,
hemoptise, epistaxe, disenteria e tricomonas vaginais.
RAIZ-DE-LÓTUS
Nutre, refresca, favorece o yin e o baço, abre o apetite, produz músculos;
cozida, é útil contra anorexia e diarréia. O caldo, ou chá, ajuda a eliminar
muco.
REPOLHO
Reforça os cinco órgãos, as vísceras, os ossos e as medulas, o Chi e o
sangue; clareia a visão e a audição; alivia a depressão mental e ajuda a
digestão.
SAL
É antisséptico, cicatrizante, ótimo remédio para lavar erupções cutâneas e
aliviar comichões em rorno de furúnculos e outras; torrado e bebido com água
quente alivia indigestão e intoxicação devidas a peixe ou carne; beber água
salgada em jejum resolve a prisão de ventre; gargarejar com ela trata as
dores e inflamações de garganta; e tudo o que reforça os rins faz mais
efeito quando leva uma pitada de sal. No verão pode ajudar a refrescar o
corpo, no inverno regula o Chi e reforça o yin dos rins. Mas é bom lembrar
que o sal de cozinha é considerado um sabor tóxico cujo excesso reduz a
energia circulante, enfraquece a essência, os ossos, os músculos, a carne, a
presença de espírito, o bom humor.
SALSA
Consolida os rins.
SARGAÇO
Um tipo de alga marinha, útil nas dores testiculares.
SEMENTE DE GIRASSOL
Em chá (descasque dez a vinte sementes, soque e ferva com água) faz o
sarampo sair.
SHOYU
É o nome que se dá no Brasil ao molho obtido da fermentação da soja com sal
(o nome japonês correto é tamari, enquanto shoyu se refere ao líquido grosso
que sobra da fermentação destinada a produzir misso, a massa fermentada de
soja, através de outro processo). Mais leve do que o misso, e muito
saboroso, o shoyu substitui o sal na maior parte dos temperos com a vantagem
de acrescentar micronutrientes de alto valor biológico e fácil assimilação.
É bom evitar as marcas que usam glicose ou similar para apressar a
fermentação e acrescentam à fórmula glutamato de sódio - base do aji-no-moto
- que pode ser muito prejudicial à saúde. O melhor shoyu do eixo Rio-São
Paulo é produzido pelo instituto macrobiótico do professor Tomio Kikuchi.
Entre as marcas comerciais, a Kikkoman é de toda confiança.
SOJA VERDE
Elimina muco, neutraliza toxinas, combate unicária e erupções infecciosas.
TABACO
Em pequena quantidade, é medicinal: o suco ou chá de suas folhas, bem como
os cigarros feitos das folhas secas, podem eliminar coágulos sanguíneos e
dores reumáticas, aquecendo o corpo todo e especialmente o útero. Fumar por
hábito não só intoxica como seca o organismo e aquece demais os pulmões, que
assim, quentes e secos, ficam mais sujeitos a adoecer.
TANGERINA
Reduz o yang, abre o apetite, produz líquidos, refresca, umedece a secura
dos pulmões. Indicada contra diabete, vômito, peito congestionado e soluço.
TOFU (QUEIJO DE SOJA)
Nutre, reduz o yang, reforça o yin, harmoniza o aquecedor médio, produz
fluidos, lubrifica a secura, neutraliza as toxinas; elimina o calor e
dissolve as estagnações sanguíneas; harmoniza o baço e o estômago; aplicado
externamente, sobre uma gaze colocada em cima da região afetada, trata a
erisipela das pernas e as hemorróidas inchadas; na testa absorve o calor da
febre alta, impedindo-a de afetar as membranas do cérebro, e no tórax
absorve o calor dos pulmões em caso de pneumonia. Útil para tratar
conjuntivite, disenteria amebiana crônica, diabete e alcoolismo.
Contra-indicado na espermatorréia.
TOMATE
Se for usado em pouca quantidade harmoniza o estômago e o fígado, ajuda a
digestão, produz líquidos orgânicos e refresca; cru, no verão, neutraliza o
calor; no outono, cozido, combate a tendência à secura. Indicado no
tratamento da anorexia.
TORONJA (GRAPEFRUIT)
Elimina gases do estômago e dos intestinos.
TRIGO
Nutre o coração e favorece os rins; vitaliza, refresca e combate a secura
dos órgãos.
TRIGO-SARRACENO
Nutre, refresca, reduz o yang, aumenta o apetite, expande os intestinos,
elimina acúmulos. Bom para apressar a maturação de furúnculos e tratar
erisipelas. À noite, pode predispor à insônia.
UVA
Reforça o sangue, nutre os fluidos renais e acalma a tosse; tonifica o yin
do fígado; reduz as palpitações e o medo acompanhados de suores; em muita
quantidade pode gerar calor.
VAGEM
É diurética e desintoxicante.
VINAGRE
Os melhores são os de arroz, maçã ou cidra, que evitam dilatações e formação
de gorduras, dispersam coágulos e, em pequenas quantidades, estimulam o
apetite e são úteis à digestão das carnes. Vinagre de álcool é prejudicial à
saúde; de vinho pode ser bom, se o processo de obtenção for natural.

Acne Rosácea na MTC

Os problemas de pele estão sem dúvida relacionados a uma má qualidade de vida resultando na disfunção do pulmão, baço, coração e fígado
A medicina chinesa considera que cada doença está relacionada com os órgãos internos e se manifestam na superfície do corpo. Então, os problemas de pele estão sem dúvida relacionados aos órgãos internos. A aparição de acne na pele está estreitamente relacionada com a disfunção do pulmão, baço, coração e fígado.
Em primeiro lugar, a disfunção do baço e do estômago: ocorrem quando a pessoa bebe e come sem limites, come muita carne e gordura, bebe muito vinho, como os alimentos crus, frios, ou fritos. Com a finalidade evitar a aparição de acne, em primeiro lugar, o homem deve controlar sua forma de comer e beber.
Em segundo lugar, a disfunção dos pulmões: o pulmão se conecta diretamente com a pele; os resíduos do metabolismo da pele passam pelos poros e saem com o suor. Se os poros se encontram com disfunções, os resíduos se depositam nos poros e aparece a acne. Na forma de vida moderna, as pessoas vivem em moradias com ar condicionado, o que leva a disfunção do pulmão.
Em terceiro lugar, a disfunção do coração: é ele que guia o sangue, o que significa que o coração move o sangue que corre pelas veias para nutrir às funções corporais. Se faltar fornecimento de sangue, o homem ficará pálido. Quando o sangue estanca, o rosto ficará negro e aparecem manchas. As preocupações da vida moderna e a pressão do trabalho fazem que o sangue fique lento e estanque e a acne aparece na pele.
Em quarto lugar, a disfunção hepática: se o qi (energia vital) do fígado não consegue fluir sem problemas, provoca-se uma disfunção hepática, o que conduz a indigestão, disfunção do transporte do baço, desequilíbrio do estômago, e aparecimento de acne.
Portanto, a acne e diversas manifestações superficiais são sinais dos órgãos internos e das funções dos meridianos. De fato, o aparecimento de acne na pele, adverte que as funções do pulmão, baço, fígado e/ou coração ficaram desordenadas, e se deve ajustar as funções dos órgãos internos. Somente desta maneira o homem pode resolver os problemas de pele fundamentalmente.

Segundo a Medicina Tradicional Chinesa, o calor presente no canal de energia do  estômago (Wei) e pulmão (Fei), provoca estagnação de sangue (Xue), na parte superior do corpo, afetando principalmente a face. A umidade-calor, presente no canal de energia do estômago (Wei) é o fator causador da acne no tórax e na face. As lesões de acne que se localizam nas regiões da mandíbula e próximas ao pescoço surgem em decorrência das desarmonias do fígado (Gan) e da vesícula biliar (Dan), enquanto que aquelas localizadas no mento são decorrentes de acometimento dos rins (Shen).

A ingestão de alimentos ricos em gordura leva ao acúmulo de calor no estômago (Wei), comprometendo os fluxos energéticos do baço e do pulmão, provocando e favorecendo a instalação da acne.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

PADRÕES CLÍNICOS MTC - Conheça os sintomas do Vazio de Sangue

O Vazio de Sangue não significa necessariamente perdas consideráveis de sangue ou deficiente produção de sangue como entendido na medicina ocidental. Nos padrões clínicos que envolvem o sangue podemos encontrar: (1) vazio de sangue, (2) estase de sangue, (3) plenitude calor no sangue ou (4) perda de sangue.
Convém sublinhar que o Vazio de Sangue é também uma forma de Vazio de Yin, e, como tal exalta o Yang (pode provocar descontroles muito grandes a nível do Yang que vão até ao Acidente Vascular Cerebral – AVC). Manifesta-se através dos seguintes sintomas:
Astenia: tal como no Vazio de Qi ou Yang uma das marcas características é a falta de motivação para agir, o aprofundar de uma ligeira apatia que se pode agravar. A astenia no Vazio de Sangue tem uma componente psicológica de agitação típica deste padrão, ou seja, à noite o corpo não mexe mas a mente não pára quieta e daqui compreende-se o sintoma de insônia (1); O sintoma de astenia deve-se ao facto de ser o baço o principal órgão responsável pelo Gu Qi que vai ajudar a produzir sangue.

Insonia: este aspecto já falado está relacionado com o impacto que o vazio de sangue tem a nível do coração e com a sua relação com o yin. No entanto não deve confundir-se a insônia por vazio de sangue e a insônia por vazio de yin. Na primeira, o doente, tem dificuldade em adormecer enquanto que na segunda ele adormece bem mas acorda muitas vezes durante a noite.
Amenorreia: é a ausência do ciclo menstrual pois no Vazio de Sangue o corpo tende a economizar sangue diminuindo as suas perdas menstruais tanto em quantidade, como no número de dias de fluxo, como no aumento de intervalo entre os dias em que há fluxo. Pode dar-se a ausência completa de menstruação (amenorreia) ou uma diminuição das perdas. Também se pode dar um vazio de sangue devido a perdas excessivas. Este sintoma está muito relacionado com o fígado que é o órgão responsável pelo armazenamento do sangue.
Alterações de memória: as alterações de memória estão relacionadas com a descontinuidade dos processos mentais em que a pessoa fala sobre um assunto e, a meio, passa para outro assunto sem fazer ligação. A pessoa quebra os raciocínios a meio, tornando-se incapaz de se lembrar do que diz, pensou ou fez. As alterações de memória exprimem o impacte do Vazio de Sangue ao nível do Coração.
Alterações de visão: em particular dificuldade em ver à noite, designado como hemeralopia. Este sintoma exprime o impacte do Vazio de Sangue sobre o Fígado pois todas as alterações do globo ocular estão relacionadas com o Fígado. Uma vez que o sangue é armazenado pelo fígado um vazio de sangue pode facilmente provocar sintomas relacionados com este órgão.
Tremura interna: com o Vazio de Sangue, o corpo não aquece tanto e um dos sintomas que se pode desmarcar é a tremura interna. Não se pode confundir com tremura física que se deve a patologia músculo-tendinosa que é um sintoma típico do Fígado, é mais uma sensação do que uma manifestação física. O tremor externo físico, tem a ver com a patologia músculo-tendinosa funcional relacionada com o Fígado. Outro sintoma comum é a tontura e a parestesia. Estes sintomas devem-se à relação do sangue com o fígado.
Agitação mental: juntamente com a insônia pode surgir ansiedade ou depressão.
Pele seca e unhas quebradas e brancas: pele seca e cabelo seco juntamente com os sintomas de unhas pálidas e quebradiças são típicas de casos mais graves de vazio de sangue. A componente yin do sangue consiste, também, em umedecer os tecidos. Em casos mais graves esta função falha e surgem sintomas de secura. Prurido na pele é outro sintoma que pode surgir.
Língua: apresenta-se pálida. Um vazio de sangue do fígado pode caracterizar-se por bordos pálidos na língua. Esta também se pode apresentar ligeiramente seca uma vez que existe falta de líquidos orgânicos. A língua pálida também denuncia a associação existente entre o sangue e o coração.
Pulso: apresenta-se fino como é característico dos quadros de vazio.

PADRÕES CLÍNICOS MTC - Conheça os sintomas da estase de sangue

A estase de sangue é um padrão que denuncia uma série de sintomas que são associados à interrupção da circulação sanguínea, tal como entendida na MTC.
Existe sempre uma associação entre a estagnação de qi e a estase de sangue pois é o livre fluir do qi que permite a mobilidade do sangue. É muito comum estes 2 padrões encontrarem-se associados. Por outro lado factores externos como o frio também podem provocar padrões de estase de sangue.
O vazio de sangue, o vazio de qi ou a plenitude calor no sangue também podem provocar padrões de estase de sangue. Muitas vezes existem pequenas diferenças sintomáticas derivadas do padrão causal da estase de sangue.

1 – problemas menstruais: é muito comum a existência de padrões de estase de sangue manifestarem-se com sintomas menstruais. A estase de sangue pode provocar dismenorreia (dor que aparece antes do período menstrual), ciclo longo, hemorragias uterinas ou mesmo amenorreia. A estase de sangue também provoca o aparecimento de coágulos durante as perdas mensais;
2 – Síndrome doloroso: a dor é uma manifestação da paragem do livre fluir do Sangue ou do Qi. Se na estagnação de qi a dor é tipo distensão (mais distensão que dor), na estase de sangue ela caracteriza-se por ser fixa (pode ser móvel na estagnação de qi), tipo facada (ou picada). Tende a agravar à noite e a melhorar com o movimento. A sensação de distensão da estagnação de qi também tende a melhorar com o movimento. Mas o seu agravamento não está associado com a noite;
3 – Massas e tumores: de acordo com a medicina chinesa a paragem da correta circulação do Qi ou do Sangue conduz à produção de massas corporais ou tumores que podem ser palpáveis ou não. Estas massas tendem a ser fixos e tem localização prevalente na zona abdominal.
4 – Língua: apresenta-se arroxeada com varicosidades sublinguais. Consoante a existência de Vazio de Sangue ou outros síndromas a língua pode evidenciar alterações.
5 – Pulso: apresenta-se tenso e rápido;
6 – lábios e unhas: tal como a língua os lábios e as unhas podem apresentar-se arroxeados.Consoante a estase de sangue afete diferentes órgãos pode apresentar pequenas diferenças sintomáticas. A estase de sangue no coração ou no fígado manifestam-se com dor. A dor vai ser, sempre, tipo facada e fixa podendo agravar à noite (quando o fígado armazena o sangue agravando ainda mais a condição de estase). No entanto ela vai localizar-se em zonas diferentes: na estase de sangue do coração a dor manifesta-se no peito e na estase de sangue do fígado a dor manifesta-se na região do hipocôndrio.
Menstruação com coágulos escuros e dor pré-menstrual indica uma afecção do útero. Hematêmese (vômitos de sangue) e língua arroxeada indica uma estase de sangue no estômago.

PADRÕES CLÍNICOS MTC - Conheça os sintomas do Vazio de Yang

O Yang representa o calor do organismo. Quando este se encontra em falta o corpo apresenta um conjunto de sinais e sitomas clínicos de frio uma vez que existe pouco calor. Em termos de natureza da patologia o vazio de yang é muito semelhante ao vazio de qi. O qi também é de natureza quente e se num vazio de qi se afirma que a sua função de transformar se encontra afectada, neste caso fala-se da sua função de aquecer.
Em termos clínicos o vazio de yang não é mais que um vazio de qi agravado. Como disse atrás, as suas naturezas são semelhantes. O Yang é responsável pelo aquecimento do corpo, pelo que uma diminuição de Yang se exprime por sintomas de frio e cansaço como veremos:
Astenia:
a diminuição do Yang, tal como o Sangue ou o Qi, implica uma diminuição da atividade corporal e a falta de motivação para agir. No entanto, no Vazio de Qi e de Yang não existe a componente de agitação psicológica do Vazio de Sangue e a astenia do Vazio de Yang é muito mais acentuada que no Vazio de Qi, em que a pessoa ainda consegue realizar algum trabalho. A astenia também pode ser provocada por quadros de estagnação de qi mas isso não será abordado neste artigo;
Lentidão:
a função Yang de transportar, ativar encontra-se diminuída e como tal o paciente sentirá uma diminuição da sua capacidade para agir rapidamente, este sintoma liga-se intimamente com o sintoma anterior. A lentidão é um agravamento, uma situação muito pior que o esgotamento por esforço típico do Vazio de Qi;
Frio:
a função de aquecimento não atua e a pessoa tem sensação de frio pelo corpo todo, com particular ênfase nas extremidades (mãos e pés). Este é o sintoma mais caracteristicamente distintivo do Vazio de Yang. Trata-se de um conjunto de sintomas que se agrupam sob esta designação como frio nas mãos, nos pés, sensação de frio na região pré-cordial, agravamento dos sintomas pelo frio, medo ou aversão ao frio com o uso de mais roupa que o normal para a época do ano (estes sintomas também são comuns quando existe invasão de frio externo). O doente com Vazio de Yang vai baixando a temperatura do corpo ao longo do dia. O paciente com Vazio de Yin apresenta os sinais contrários pois a temperatura sobe.
Suor espontâneo:
o consequente aumento do Yin Qi leva a um aumento dos líquidos orgânicos pelo que o paciente começa a sofrer de suores sem qualquer estímulo. Como o Yang se encontra diminuído existe uma dificuldade de contenção dos líquidos que se acompanha de um vazio do wei qi (qi defensivo): o Wei Qi é o qi que controla a abertura das glândulas sudoríparas. A diferença entre o vazio de qi e vazio de yang é que no vazio de qi existe sudação espontânea sem grande gravidade enquanto que no vazio de yang pode ser profusa.
Edema:
inchaços em qualquer parte do corpo devido ao aumento dos líquidos orgânicos. Também pode ser um sinal de órgão, nomeadamente do Baço e do Rim. Estes dois tipos distinguem-se, pois o edema do Baço é generalizado, enquanto que o edema do Rim localiza-se abaixo da cintura, em particular, nos pés. A distribuição do edema é a mesma que a da astenia.
Poliúria:
o aumento dos líquidos orgânicos exprime-se a todos os níveis pelo que o doente pode apresentar um aumento no débito urinário. Este aumento do débito urinário pode manifestar-se de 3 formas: o paciente aumenta o número de idas à casa de banho (polaquiúria) sem aumentar a quantidade de urina que expele; o doente vai o mesmo número de vezes à casa de banho mas aumenta o débito urinário normal ou o paciente aumenta o débito e o número de vezes que vai á casa de banho. Devido ao aumento dos líquidos orgânicos a urina tem tendência a apresentar-se pálida. Algo a que muitas vezes não se dá atenção em clínica consiste em associar este sintoma aos hábitos de vida do paciente uma vez que o consumo de líquidos influencia fortemente a validade semiológica deste sintoma.

Fezes moles:
novamente encontramos uma consequência do aumento de líquidos orgânicos. Este é outro sintoma que se pode relacionar com os sintomas de órgão, em particular com o Baço. É um sintoma típico de um Vazio de Qi ou de Yang do Baço. Neste caso o Intestino Grosso também se encontra afetado. Em pacientes idosos é possível existirem casos de obstipação provocados por vazio de qi. No entanto, tanto o vazio de qi como, muito especialmente, o vazio de yang estão associados ao aparecimento de diarreia ou fezes moles.
Dor abdominal e borborismos:
não é comum o aparecimento deste sintoma e quando aparece dizemos que existe um Vazio de Yang do Intestino Delgado. É, na verdade, um Vazio de Yang do Baço com todos os sintomas típicos mas com dor abdominal como um sintoma que se desmarca. A este padrão específico designamos de Vazio de Yang do Intestino Delgado. Note-se que neste caso existe dor que agrava com frio e melhora com calor e pressão local. Também existe um grande desejo de beber líquidos quentes ou mornos.
Cara pálida:
face pálida deve-se à diminuição do calor corporal e aumento do frio;
Língua pálida:
é um sintoma típico do Vazio de Qi, Vazio de Sangue e Vazio de Yang. Deve-se ao aumento de frio interno devido a um quadro de vazio. No vazio de yang além do frio também existe um aumento dos líquidos orgânicos pelo que a língua também se pode apresentar inchada.
Pulso fino, lento e profundo:
o pulso fino é indicativo de um vazio e como tal manifesta-se em todos os síndromas de vazio, o pulso lento é característico de uma diminuição do Yang, apesar de poder existir sem a presença desta patologia e pode nem ser um sinal patológico: frio externo a actuar no corpo apresenta pulso lento e é um sinal patológico (o pulso, porém também se apresenta tenso), pessoas de certa idade possuem pulso lento sem se considerar como patológico, atletas que façam provas de resistência apresentam pulso mais forte e lento mas não é um sinal patológico.
Estes são os sintomas gerais do Vazio de Yang. Este tipo de padrão clínico costuma afectar mais determinados órgãos como o Baço, o Pulmão, o Rim, Coração e Estômago. Neste caso tem de existir uma associação entre estes sintomas gerais e os sintomas do órgão envolvido. Podemos apresentar um exemplo para o Vazio de yang do Coração.

PADRÕES CLÍNICOS MTC - Conheça os sintomas do Vazio de Yin

O yin é, tal como entendido na Medicina Chinesa, responsável pela umidificação dos tecidos e por enraizar o yang. A partir do momento em que o yin se encontra debilitado assiste-se a um ligeiro aumento de yang pelo que um padrão clínico que se caracterize por um vazio de yin apresentará os seguintes sintomas:

1. Agitação:
a pessoa não consegue estar quieta, sente-se mais agitada do que é normal pois a há a subida de yang. A agitação pode ser interna ou externa e dividida em 2 aspectos: física, mental. Caso o vazio de yin afete o fígado sintomas de irritabilidade podem surgir.
2. Insonia:
este sintoma pode caracterizar-se por uma dificuldade inicial em adormecer (vazio de sangue), acordar repetidas vezes durante a noite (vazio de yin), ou acordar cedo demais sem a sensação de ter repousado o suficiente e sem conseguir voltar a adormecer. O yin representa a noite e recompõe-se durante a noite. Com o vazio de yin, dá-se um aumento de yang que dificultará o sono ao paciente provocando insônias. As insônias características do vazio de yin são caracterizadas por acordar várias vezes durante a noite, sendo a dificuldade em adormecer uma característica do vazio de sangue.
3. Calor:
é um complexo de sintomas exatamente simétricos do complexo frio com sintomas tais como: mãos e pés quentes, sensação de calor no corpo, agravamento com exposição ao calor, intolerância ao calor. A diminuição de yin provoca um aumento do calor corporal, em particular, nas mãos e pés. É costume o paciente argumentar que não conseguia dormir bem e que teve de colocar os pés fora do cobertor.vazio yin medicina chinesa suores noturnos boca e garganta seca
4. Febre vespertina:
o aumento da temperatura corporal, com o desenvolvimento de febre, ao fim da tarde é um indício de um vazio de yin e é um sintoma muito comum que pode ser detectável ao termômetro. A pessoa com vazio de yin vai sofrendo um aumento da temperatura à medida que o dia corre ao contrário do vazio de yang em que a temperatura da pessoa tende a baixar ao longo do dia.
5. Suores noturnos:
perda de líquidos orgânicos durante a noite e indicia um vazio de yin. È considerado um sintoma de calor. O vazio de yin estimula uma hiperatividade do yang que o yin não consegue controlar. Como tal os líquidos orgânicos são levados pelo Yang para o exterior sendo expelidos como suor. Existe também a importância da associação deste sintoma com os outros como sensação de calor, agitação física e psíquica, insônia, etc…

6. Boca e garganta secas:

a falta de yin para umedecer o corpo acaba por provocar uma sensação de sede e a impressão de ter a boca e a garganta secas. Em casos mais severos pode existir o desejo de beber líquidos frios mas em pequenas quantidades. Quando existe um grande quadros de secura ou mesmo lesão das mucosas com desejo de beber bebidas frias em quantidade e aversão a bebidas quentes presume-se a existência de um quadro de plenitude calor.
7. urina escura e escassa é comum quando o vazio de yin afeta o Rim. A obstipação também é um sintoma de Vazio de Yin que pode decorrer de casos mais graves de vazio de yin.
8. Face vermelha:
é um sinal de calor que tanto existe no vazio de yin como em outros quadros de calor como plenitude calor, vento-calor e umidade-calor.
9. Língua vermelha:
surge nas situações de vazio de yin e plenitude calor, contudo, no vazio de yin não apresenta revestimento lingual e em situações de plenitude calor apresenta revestimento lingual de cor amarela.
10. Pulso fino, superficial e rápido:
o pulso fino é um indicativo de um quadro de vazio, enquanto que as características, rápido e superficial, indiciam uma patologia de natureza quente. A característica superficial, não indicia, neste caso, a localização da natureza da doença. Como o yin se encontra debilitado o yang tende a vir para cima, para a superfície. É necessário cuidado na avaliação dos casos pois uma gripe, que é uma penetração de vento-frio externo, tende a apresentar pulso superficial. Isto explica-se porque o Wei Qi (Qi defensivo) acorre à superfície para combater o frio e o pulso sente-se superficial.

PADRÕES CLÍNICOS MTC - Conheça os sintomas da estagnação de qi

A estagnação de qi decorre da formação de um bloqueio que não permite a mobilização do qi. Os sintomas são descritos como consequência da estagnação das funções regulares do qi e dos órgãos envolvidos. No entanto, um estudo mais aprofundado dos órgãos, é necessário para se compreender bem todos os diferentes contextos em que os sintomas podem aparecer.

Oligomenorreia: a Estagnação de Qi geralmente afeta o Fígado e este é responsável pelo armazenamento do Sangue durante a noite pelo que uma Estase de Qi pode afetar o correto cumprimento das suas funções diminuindo, assim, a quantidade de fluxo menstrual;
Ciclo longo: pelas mesmas razões apresentadas acima se compreende o aumento de tempo entre os períodos;

Síndrome doloroso: o bloqueamento da circulação do qi traduz-se pelo aparecimento de dor e é muito comum o aparecimento de dor na zona hipocondríaca. Esta dor caracteriza-se por distensão. Aparece na zona do hipocôndrio quando está diretamente relacionada com o Fígado. No entanto pode aparecer noutras zonas do corpo como peito e abdômen. A distensão é a característica geral da estase de qi. Esta dor também não é muito fixa. Também tende a melhorar com movimento uma vez que o movimento ajuda a qi a circular. O sintoma de distensão mamária também está associado a quadros de estase.

Massa e tumores: segundo a Medicina Chinesa os tumores devem-se ao bloqueamento do Qi. Este, parado, tende a criar massas e congestionar-se em determinado local. A formação de massas, pode ser caracterizada pelo seu aparecimento e desaparecimento.
Estados emocionais: depressão, irritabilidade são sintomas de foro psíquico muito associados à estase de qi do fígado. Regra geral muitos dos sintomas físicos como a dor com sensação de distensão agravam com os quadros emocionais.

Pulso: apresenta-se tenso. Se existir patologia do Fígado e/ou Vesícula Biliar o pulso pode sentir-se em corda.
Este padrão também pode provocar uma sensação de astenia, mas é uma falsa astenia pois o qi não está em vazio mas estagnado. Uma situação que estimule a pessoa faz com que ela ganhe energia de um momento para o outro. Este tipo de astenia melhora com o movimento pois deve-se ao qi estagnado e o movimento põe o qi a circular..